Elena Perella - Sentidu

Sentidu
Acorde para sua vida, redefina o seu mundo!
PT
(+39) 342 6208674
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Elena Perella

    
Ao principio...

A minha história provavelmente não é incomun, e meu próprio caminho para me curar me levou a querer ajudar os outros a curar-se também.

Cresci em Teulada, um pequeno povoado na linda ilha de Sardenha, Italia. Eu era apenas adolescente quando comecei a sofrer distúrbio de compulsão alimentar. As pessoas achavam que eu era simplesmente uma menina a qual gostava de comer, e que o meu excesso de peso  desapareceria com o passar dos anos. Mas isto não aconteceu. E ninguém na minha familia entendeu que eu tinha um problema sério. Eu comia para satisfazer meu anseio por amor materno, eu comia para preencher um vazio no meu coração, eu comia para acalmar o grito por pensar que eu não era boa o suficiente para receber o amor da minha mãe. Naquela época eu não estava ciente do que me levou a comer tanto. Eu ansiava mais, e quanto mais eu comia, pior me sentia. Na escola secundária, fui intimidada porque era gorda e feia. Eu não cuidei muito bem de mim mesma e não tinha ninguém na minha família que me ensinasse como.
           
Quando meu pai morreu, senti como se o chão caísse de baixo dos meus pés. De repente, a percepção me atingiu de que algo importante entre eu e o meu pai havia faltado o tempo todo, e nós não tivemos mais tempo de encontrá-lo. Nós não tínhamos um bom relacionamento porque ele era dedicado ao seu trabalho e nunca teve tempo para estar comigo, para criar um vínculo e me guiar ao longo da vida. Meu amor por ele não foi cumprido e eu, inconscientemente, sofri muito por isso. Seu comportamento distante me fez acreditar que eu não era digna de seu amor. Isso não só me feriu profundamente, mas me convenceu de que eu não era digna do amor de ninguém, especialmente dos homens. Quando ele morreu, minha compulsão alimentar se transformou em bulimia e, novamente, fiquei sozinha com a minha tristeza, com raiva do meu pai porque ele me deixou sozinha e sem saber o que fazer com a minha vida.

Meu despertar e o começo do meu processo de cura

Mas a morte do meu pai marcou também um momento crucial na minha vida. Foi então que eu comecei a ver as coisas como realmente eram, a entender as verdadeiras razões dos meus problemas. Agora podia ver claramente a conexão  entre eventos passados e as  experiências que vivia no presente, que  todos esses eventos na minha vida eram as manifestações de uma herança emocional tóxica da minha familia. Uma vez que entendí isto, simples mas fundamental, as soluções começaram a chegar, quase sem esforço. Ao final me recuperei da bulimia. O meu corpo recuperou a consciência das suas necessidades e agora  é ele que me guia em que, quanto e quando comer para que eu fique saudavel. Deste modo, me sinto sempre cheia de energia, não desperdiço comida nem dinheiro, e não faço mais dietas porque o meu peso agora é estável.

Como se não bastasse ... mas eu não desisti e lutei pelo direito de ser

Mas havia um outro desafio muito duro que me esperava: a violência doméstica. Passei anos numa relação tóxica. Outra manifestação da herança emocional tóxica da minha familia. Graças à experiência anterior, eu conhecia a causa que a originava: a pesar de que eu não era responsável da violência que sofria da parte do meu parceiro, eu sabia que de alguma maneira - sobrecarregada de uma historia que não era à minha- havia permitido à violência entrar na minha vida. Durante aqueles anos trabalhava em mi mesma naquelas circunstâncias terriveis para que as soluções chegassem. Quanto mais fatores internos eu descobria, que fizessem que eu aceitasse esta situação na minha vida, mais rapido as soluções viriam. Acontecimentos externos fortaleceram a minha decisão de deixar o meu parceiro. Nós nos separamos e voltamos a reatar quatro vezes, até que eu me libertei do último fator interior que me acorrentava a ele. Então foi ele quem decidiu deixar-me.

Permitindo ao teu futuro de entrar no teu presente para ajudar-te a vivir uma vida maravillosa

Nenhuma dessas situações foi fácil de viver. Mas o fato de ter tido uma grande força interior para superá-las  me permitiu descobrir uma maneira de eliminar as verdaderas causas dos nossos problemas na nossas vidas. Você merece uma vida melhor. SIM, e você pode começar agora mesmo, tomando a decisão de não mais aceitar a mediocridade como padrão. Você vale muito mais do que a sua situação atual e tem direito para uma vida melhor. Com a minha ajuda, você fará com que isso aconteça: você aprenderá sobre si mesmo, se desintoxicará da herança emocional da sua família e se conectará com sua verdadeira história para ser a pessoa maravilhosa que está destinado a ser.



       
A minha experiencia profissional:

Life Coaching
Speaker
Coach de integração socio-cultural
Coach de reintegração no trabalho
Mentoring
Language Coach e Trainer
Asistencia no campo da imigração
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal